Tretas e Cenas

Tretas e Cenas


Onde escrevo as minhas tretas. Tão depressa estou a escrever sobre algo poético como a seguir escrevo só para não me esquecer.

Julho 2018
S T Q Q S S D
« Fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Categorias


Interfaces do OpenHab e configurar o Wifi

O objetivo final deste artigo será que consigas identificar os diferentes interfaces do Openhab e as suas principais características e finalidades. Como bónus ainda vamos configurar a rede WiFi usando o acesso SSH.

Pedro FonsecaPedro Fonseca

Olá,

Hoje vais aprender quais são os diferentes interfaces do OpenHab, para que servem e como bónus ainda vamos configurar a rede WiFi.

Nesta fase, já deves ter o teu OpenHabian instalado e pronto a ser usado. Vou também usar linguagem que expliquei no primeiro artigo desta série, como Coisas ou Items. Se não sabes do que estou a falar começa a ler desde o primeiro artigo antes de veres este. Sem mais demoras, vamos lá até ao computador porque hoje a matéria é extensa.

O objetivo final deste artigo, com já disse, será que consigas identificar os diferentes interfaces do Openhab e as suas principais características e finalidades. Como bónus ainda vamos configurar a rede WiFi usando o acesso SSH. Sem mais demoras, chegou a hora de por as “mãos na massa”.

Se bem te recordas, para acederes ao teu OpenHabian, tens que aceder, através de um navegador da Internet, ao endereço http://openhabianpi:8080, eu vou usar o IP. Se viste os artigos anteriores, sabes o porquê.

Ao chegares à página inicial, vais ver bastantes interfaces, eu irei apenas explicar o que quatro deles fazem, os restantes são também importantes mas para agora não vale apena referir.

Vamos falar do Paper UI, do Basic UI, do HabPanel e do Log Viewer.

O Paper UI ajuda-te a configurar o teu OpenHab, no menu Control podes interagir com as Coisas para testar as suas funcionalidades, no menu Inbox podes fazer com  que o OpenHab pesquise por novas coisas na tua rede e as coloque aqui para tu as configurares.

No menu configuração contém um conjunto de opções para configurar o Sistema, as Coisas e até os Items. No menu Addons é onde podes adicionar funcionalidade ao OpenHab. Este é o menu que mais vais usar neste Interface. Será aqui que vamos voltar sempre que queremos que o nosso OpenHab ganhe novas habilidades.

Devo salientar a equipa por detrás do Openhab anda a tentar com que este interface seja o centro de todas as configurações, mas enquanto isso não acontece, ainda temos de a editar ficheiros à mão.

Voltando outra vez ao http://openhabianpi:8080, falemos agora do Basic UI. Se clicares nele vais ver que não te aparece nada, apenas te diz que não tens nenhum sitemap criado. Não te deixes enganar com este interface, é um dos mais importantes em todo o OpenHab e será o que mais vais usar, mas para que percebas a sua importancia teremos ainda de configurar um Sitemap, coisa que faremos no próximo vídeo. Fica só com a ideia que este interface vai ser usado para interagir com as Coisas através dos Items.

Volta outra vez ao http://openhabianpi:8080, e clica no interface que diz HABPanel, uma vez mais, um interface vazio. Este interface pretende criar uma página que possa estar a ser mostrada num ecrã táctil e que contenha informações e botões para interagir com os Items, que por sua vez alteram o estado das Coisas. É capaz também de conter outros tipos de funcionalidades, como gráficos.

Volta outra vez ao http://openhabianpi:8080, clica no interface que diz OpenHab Log Viewer. Este é outro interface que vais usar com muita frequência, só está disponível no pacote OpenHabian, mas pode ser instalado também nas outras versões, nesta já vem por defeito.

Este interface, como podes ver, é mostrada toda a informação que o sistema produz internamente e que é relevante saber. Quando tiveres muitas Coisas e Items no teu OpenHab este interface servirá para veres as constantes mudanças de estados mas também para perceberes se está tudo bem com as Coisas ou se tens algum erro no teu Sitemap, Regras ou outra coisa qualquer.

Portanto, a informação a reter é que cada interface tem a sua finalidade e os interfaces que mais vais usar será o Basic UI e o Log Viewer.

Chega de teoria e vamos lá “meter as mãos na massa”, vamos agora ao acesso SSH e configurar a rede WiFi.

Primeiro preciso que faças download de uma ferramenta que se chama Putty. Depois de instalado, abre-o e verás uma janela a pedir alguns dados. No hostname preciso que coloques openhabianpi e no port podes colocar 22.

Agora é clicar no botão Open e deve aparecer uma janela preta a dizer: “login as:“. Aqui vais escrever openhabian e pressionas a tecla Enter e logo a seguir deve pedir uma senha, será também, openhabian. Se tudo correr bem, deves conseguir ver um ecrã com alguma informação sobre o teu OpenHabian.

Agora vamos lá activar a WiFi.

Começemos pelo primeiro comando. Este comando está a pedir para editarmos o ficheiro que vai conter as configurações do WiFi. Portanto, escreve isto na janela do PuTTY:

sudo nano /etc/wpa_supplicant/wpa_supplicant.conf

Pressiona a tecla Enter e de seguida vai pedir a senha, será openhabian.

Após isso deve abrir um janela com duas linhas lá dentro, com o cursor navega até à ultima linha. De seguida deves alterar o seguinte comando para conter os dados da tua rede WiFi:

network={

         ssid=”<nome_da_tua_rede_wifi>”

         psk=”<senha_super_secreta>”

}

Deves depois copiar o texto modificado e deves colar na janela do PuTTY, para colares no PuTTY basta usares o rato clicando com o botão do lado direito, o texto deve aparecer na janela.

De seguida tens de pressionar um conjunto de teclas para sair e gravar as alterações, são elas:

Ctrl + X

Vai perguntar se queres gravar, vais responder com um Y, de Yes, depois basta pressionar a tecla Enter.

A partir deste momento já tens o ficheiro alterado mas ainda não tens a rede WiFi activa. Antes de fazermos isso acontecer temos de desligar e ligar o Raspberry Pi, mas deixa-me explicar uma coisa antes.

O que acabámos de fazer foi criar outra forma de o Pi se ligar à nossa rede, invés de ir só por cabo agora também pode ir por WiFi se o cabo não estiver ligado. Mas isso tem um potencial problema, se tiveres a usar o IP invés do nome openabianpi:8080, vais de certeza ter de encontrar o novo IP que o Pi vai ter. Isto porque o interface WiFi irá ter um IP diferente do interface do cabo de rede. Portanto, se não te conseguires ligar depois de mudares o IP, só tens de descobrir o novo IP, podes até usar o Fing como fizemos no segundo vídeo.

Dito isto, vamos lá fazer um reboot ao Pi, para isso basta escreveres na janela do PuTTY o seguinte comando:

sudo reboot

Pressionar a tecla Enter, vai ser pedida a senha que é openhabian e assim que pressionares a tecla Enter o PuTTY vai encerrar a sessão porque o Pi está a reiniciar. Se deixares o cabo de rede ligado, nada vai mudar, caso contrario, o IP do Pi vai ser outro, como expliquei anteriormente.

E já está, a partir deste momento tens o teu Raspberry Pi com o WiFi configurado.

No próximo artigo iremos configurar uma tomada HS110 que está ligada à minha TV e permitir que a controle via OpenHab. Para isso teremos de criar um sitemap, que vai conter uma ligação aos Items que por sua vez pode conter regras. Para isso teremos de abordar a estrutura de diretórios, vais ver que é bem simples e bastante eficaz. Por hoje é tudo, espero que tenhas gostado e mais uma vez obrigado por acompanhares estes artigos.

Vemo-nos no próximo.

Sou licenciado em Sistemas de informação na Universidade Lusófona, gosto de tecnologia, programação, desportos radicais, bicicletas e motas. Adoro o Sistema Android e começo a gostar de Linux. E ainda tenho a mania que sei cozinhar.

Comentários 0
Ainda não existem comentários