Tretas e Cenas

Tretas e Cenas


Onde escrevo as minhas tretas. Tão depressa estou a escrever sobre algo poético como a seguir escrevo só para não me esquecer.

Novembro 2012
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Categorias


O pastel

Pedro FonsecaPedro Fonseca

Sempre tive a sensação que conceber um pastel de nata era algo feito por deusas com vestidos de cetim e tudo feito com som ambiente de harpas, sim era assim que eu imaginava, até ao dia que tentei conceber 24 de uma só vez, o resultado? Quase perfeição, mas sem o cetim ou as harpas.

Andava à procura de como fazer massa folhada e deparei-me com a receita da Neuza e, disse a mim mesmo, vou experimentar. Correu lindamente e já tenho correcções a fazer na próxima vez, sim vai haver próxima vez 🙂

Aqui vão as dicas que vou aplicar quando repetir.

O creme dos ditos era algo que me causava alguma intriga porque a dificuldade devia ser imensa e a sua confecção devia ser algo muito complexo, mas estava errado, é bastante simples e o segredo está em aguardar que este recheio fique frio para não cozer a massa que está nas formas.

Aprendi também que as formas convêm que sejam de alumínio invés das que são de silicone, é que estas ultimas não aquecem e não cozem bem a massa. Por isso usar sempre as de alumínio.

Agora ficam aqui umas fotos para abrir o apetite 🙂

Sou licenciado em Sistemas de informação na Universidade Lusófona, gosto de tecnologia, programação, desportos radicais, bicicletas e motas. Adoro o Sistema Android e começo a gostar de Linux. E ainda tenho a mania que sei cozinhar.

Comentários 0
Ainda não existem comentários