Tretas e Cenas

Tretas e Cenas


Onde escrevo as minhas tretas. Tão depressa estou a escrever sobre algo poético como a seguir escrevo só para não me esquecer.

Abril 2012
S T Q Q S S D
« Mar   Mai »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Categorias


PCX um ano depois

Pedro FonsecaPedro Fonseca

Parece que foi ontem que comprei a minha PCX, mas terá valido a pena a compra? Terei gasto menos que se tivesse comprado um carro? Terei realmente poupado alguns euros? Vou tentar dissecar os números que tenho e tentar chegar a uma conclusão.

Vou começar pelo número 3, foram as vezes que caí da mota – baldei-me por ser um verdadeiro maçarico. Duas delas por ter sido “xico-esperto” e outra porque o chão estava molhado e travei em cima do acontecimento, todas elas sem gravidade para o condutor já a PCX tem lá as suas marcas.

Com este número também posso introduzir a quantidade de revisões que se fizeram, gastei um total de 124€. Para ser mais exacto deu uma média de 0,33€ por dia, ou para quem preferir, 0,012€ por quilômetro.

Agora vou falar do 1, foi a quantidade de verdadeiras molhas que apanhei. Esta molha deveu-se a um simples pensamento: “Vou ali num instante e não vai chover”. Errado. Um motociclista tem de andar SEMPRE com o impermeável na mota, mesmo no verão, nunca se sabe se não chove.

O número agora é o 28. Não tinha real ideia de quantos quilômetros fazia diariamente até comprar a mota e segunda a minha contagem faço, em média, 28km por dia. Aqui estão incluídos os fins-de-semana que puxam a média para baixo, mas durante a semana são cerca de 45km em média.

4 é o número que se segue. Foram o número de despesas que tive com a dita, não estão incluídas as manutenções de serviço. Aqui estão as luvas, “bacalhau” que se partiu numa das quedas, blusão e top-case ( mala que está atrás para levar as cenas ), tudo num total de 390€.

Agora vamos a um número grande, 516,36€. Foi o valor que gastei em Gasolina 95 e que me deram acesso a 335,67 Litros que depois de gastos incrementaram 10332Km na PCX. Na altura da compra de mota ponderei muito bem e até fiz as contas a 2€ o litro do combustível para poder comparar com uma mota eléctrica e tentar perceber se valeria o investimento, verifiquei que não compensava tendo em conta o retorno a longo prazo ( tendo em conta o tempo estimado de vida da mota a combustão e o preço do litro de gasolina a 2€).

Outro número é o 2.77, valor do custo de propriedade em euros e por dia ( quanto custa  manter na minha posse este bem ) tendo em conta todo o dinheiro gasto, desde a aquisição até aos gastos com o combustível.

Para terminar não falo de um número mas sim de um simbolo, o ∞ ( infinito ). Foram imensas ( a caminho das infinitas ) que estar sobre duas rodas me safou de filas intermináveis, secas valentes, gasto de combustível desnecessário e até conseguir dormir mais uma hora todos os dias sabendo que o tal “trânsito infernal” não se aplica ao pessoal das duas rodas.

Depois de tantos números e de ter falado tão bem da minha mota e da vivência do dia-a-dia, será que existe alguma coisa má nesta vida de motociclista? Existe sim. A chuva é uma bela treta – e este ano não tem sido muito pródigo nestas coisas – não só porque molha tudo e todos ( o impermeável anda sempre comigo, molhado já não fico ) mas a estrada fica pior que manteiga. Este é o grande problema que lhe encontro.

Sim, estou muito satisfeito com a compra, tenho poupado imenso e só peco em não ter mudado mais cedo para este mundo, um ano depois consigo afirmar que estou para ficar e que venham mais quilômetros.

Aqui estão as várias estatísticas que tenho até ao momento.

Sou licenciado em Sistemas de informação na Universidade Lusófona, gosto de tecnologia, programação, desportos radicais, bicicletas e motas. Adoro o Sistema Android e começo a gostar de Linux. E ainda tenho a mania que sei cozinhar.

Comentários 5
  • powerslave
    Posted on

    powerslave powerslave

    Responder Autor

    Fiquei a pensar se terias feito as contas comparando um Diesel e quanto seria a poupança efectiva ao comparar ambos (em combustível, pelas minhas contas, anda ligeiramente acima dos 50% para um Diesel que consuma 5l/100km).


    • Pedro Fonseca
      Posted on

      Pedro Fonseca Pedro Fonseca

      Responder Autor

      Olá,

      Efectivamente não fiz a conta para diesel, efectivamente motos só a gasolina. E comprar carro estava mesmo fora de questão. Por acaso tenho de fazer um artigo sobre o estado actual da mota e como tem corrido. Fica para breve.


      • powerslave
        Posted on

        powerslave powerslave

        Responder Autor

        Cá fico à espera desse artigo 😉


      • paulo
        Posted on

        paulo paulo

        Responder Autor

        Para dias chuva instala pneus michelin city grip. A mota tem um comportamento como num dia verao


  • João Rosa
    Posted on

    João Rosa João Rosa

    Responder Autor

    Pois é amigo mas o carro a diesel que gasta pouco novo é muito caro ronda nos 14 a 20 mil euros…
    Esta moto nova 0kms custa 2800€…