Tretas e Cenas

Tretas e Cenas


Onde escrevo as minhas tretas. Tão depressa estou a escrever sobre algo poético como a seguir escrevo só para não me esquecer.

Janeiro 2013
S T Q Q S S D
« Dez   Mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Categorias


Caril de Frango

Pedro FonsecaPedro Fonseca

Tenho uma recordação de infância onde provei um prato de caril de camarão que estava muito bom mas exageradamente picante para o meu palato na altura. Deve ter sido esse episódio que despertou em mim a curiosidade pelas especiarias, mais concretamente pelo caril.

Desde então tenho um gosto especial por tudo o que tenha caril mas nunca tinha conseguido fazer uma refeição de que me orgulhasse até que a receita de Caril de Frango do SaborIntenso me apareceu à frente.

Decidi avançar e concretizar esta receita, dos ingredientes que a Neuza recomenda mudei um pouco para condizer com o que tinha lá por casa. Não usei óleo e usei apenas azeite, o caldo de galinha usei um caldo Knorr diluído em água quente.

As malaguetas usa-se a quantidade q.b., que me irrita profundamente porque q.b. por definição é algo que não é mensurável e pode ser muito como pouco. Usei uma malagueta grande partida aos pedaços.

Para acompanhamento fiz batata frita e as cascas, que fritei também, foram a entrada.

 

Ingredientes

Passos

1. Num tacho largo, colocar o azeite, deixar aquecer e juntar a cebola picada. Deixar refogar um pouco e juntar os alhos e deixar refogar tudo.

2. Juntar os pedaços de frango e duas colheres de sobremesa de caril. Temperar com sal e juntas as malaguetas. Deixar fritar um pouco.

3. Deitar o caldo de galinha e deixar ferver mais 3 minutos. Adicionar mais 2 colheres de caril e o leite de côco. Mexer tudo, tapar e deixar o frango cozer no leite durante 20 minutos.

4. Mexer o frango de vez em quando para não agarrar no fundo. Após os 20 minutos juntar as natas. Mexer tudo e apagar o lume. Servir quente.

Segui estes passos religiosamente e o resultado foi BRUTAL!!!! Ficou com um trave a caril mas a profundidade do sabor veio da malagueta, torna o prato muito mais intenso e com um envolvimento muito interessante. Não se conseguiu comer tudo no mesmo dia e no dia seguinte os sabores estavam mais marcados, estava ainda melhor.

Será uma receita a repetir com toda a certeza.

Sou licenciado em Sistemas de informação na Universidade Lusófona, gosto de tecnologia, programação, desportos radicais, bicicletas e motas. Adoro o Sistema Android e começo a gostar de Linux. E ainda tenho a mania que sei cozinhar.

Comentários 0
Ainda não existem comentários